Arquivo da tag: sindicato

ESCLARECIMENTO AOS VIGILANTES DA REGIÃO CARBONÍFERA

Nota de Esclarecimento site



Fomos atacados violentamente em um vídeo pelo Eduardo Blauth (Dudu), que até poucos dias atrás era o representante do sindicato na Região Carbonífera. Isso é uma traição e ingratidão dele, pois sempre teve todo o nosso apoio, não tem do que se queixar.

Não Interessa a desculpa que ele dê, está muito claro que cometeu uma trairagem e os vigilantes sabem que quem faz isso não é uma pessoa confiável. Também não venha se fazer de vítima e ainda por cima usar o filho de escudo, expondo publicamente a criança que não tem nada a ver com isso, uma sacanagem feita pelo seu pai. 

Ele sempre foi tratado por nós com todo respeito e consideração, se alguém fez alguma ameaça foi ele, quando disse: “Os seus dias estão contados, presidente”. Apenas pedimos explicações que ele não teve a coragem de nos dizer pessoalmente, em vez disso passou a nos atacar e espalhar mentiras para tentar se justificar.

Os vigilantes dessa região devem lembrar que nunca antes tiveram tanta atenção do sindicato como na nossa gestão. Há cerca de três anos, ele foi escolhido como nosso representante para ficarmos mais próximos ainda da categoria. 

Ele recebeu do sindicato tudo que precisava, manutenção da subsede, funcionária, viatura, apoio financeiro, apoio jurídico e administrativo, etc. Inclusive, já tinha garantido até o apoio pessoal do presidente para ser candidato a vereador. 

Também estava combinado com ele que podia concorrer na nossa chapa para ser diretor na próxima gestão ou continuar na função de apoio, bastava escolher. Chegou a participar da reunião da chapa, inclusive. 

No entanto, trocou tudo isso por um cargo oferecido pelo prefeito e, de uma hora para outra, há poucos dias, passou a nos atacar, dizendo que sempre esteve do lado de um inimigo do sindicato. Ele cuspiu no prato que comeu!

Se devia favor para alguém, precisava pagar desse jeito, traindo o sindicato e o presidente que lhe deram tanto apoio? Que a categoria tenha muito cuidado com o que diz e o que faz uma pessoa assim. 

Mas o nosso compromisso com os vigilantes não mudou nada, vamos apenas mudar o local da subsede e continuar nosso trabalho, lutando muito pelos vigilantes da região. Contem com o seu sindicato, juntos somos fortes e estaremos sempre juntos com os vigilantes da Região Carbonífera. Um abraço!

Loreni Dias – Presidente
Sindivigilantes do Sul

NOTA DE FALECIMENTO – EX-PRESIDENTE EVANDRO VARGAS DOS SANTOS

luto site



É com pesar que comunicamos o falecimento, hoje (27), do ex-presidente do Sindivigilantes do Sul Evandro Vargas dos Santos, 63 anos. Ele estava hospitalizado e lutava contra problemas de saúde há bastante tempo. O velório será na Capela Sapucaiense, em Sapucaia do Sul, durante toda a noite, saindo o cortejo fúnebre para o sepultamento amanhã (quarta-feira) às 13h30. Ele assumiu a presidência do sindicato em 1991 e permaneceu no cargo por sucessivas gestões, até se afastar no mandato que se encerraria em 2013. Deixa um casal de filhos. Aos seus familiares, amigos e ex-colegas , os nossos sentimentos e a solidariedade da diretoria e funcionários do sindicato

SINDICATO AMPLIA HORÁRIO DE ATENDIMENTO DURANTE A PANDEMIA

Expediente



Ainda com restrições devido à pandemia do coronavírus, o Sindivigilantes do Sul vai ampliar, a partir de segunda-feira (05), o horário de expediente externo na sede, que passa a ser das 07h30 às 16 horas.

O atendimento da assessoria jurídica também muda e passa a ser das 10h às 16h, com intervalo do meio-dia., de segundas a quartas-feiras.

Pede-se a quem comparecer na entidade que use a máscara de proteção. O sindicato está localizado na Rua Voluntários da Pátria, Nº 595, salas 501/502. Mais informações: (51) 3224-4545 ou 3225-5070. 

AVISO DA ASSESSORIA JURÍDICA

Na semana do carnaval não haverá atendimento da assessoria jurídica no sindicato, mas no escritório recomeça quarta-feira à tarde.



Na semana do carnaval, de 24 a 28 de fevereiro, não haverá atendimento da assessoria jurídica no sindicato. No escritório Young, Dias, Lauxen & Lima não haverá atendimento segunda, terça e quarta-feira pela manhã. Mas quarta-feira (26) à tarde será retomado o atendimento no escritório a partir das 14 horas, assim como quinta e sexta-feira o dia todo, em horário comercial.

CONHEÇA DIREITOS QUE VOCÊ TÊM GRAÇAS AO SINDICATO

Carteiradetrabalho-Wikipedia site



Uma parte desinformada da categoria acha que está tudo na lei e que “não ganha nada” com o sindicato. Porém, muitos direitos importantes não estão na legislação, só existem porque o Sindivigilantes garante tais benefícios nas Convenções Coletivas de Trabalho que assina.

A continuidade desses direitos depende da luta do sindicato e da categoria. Por isso é tão importante o apoio à sua entidade sindical e o comparecimento nas assembleias.

É importante, ainda, que os vigilantes denunciem as empresas que desrespeitam seus direitos, para que o sindicato fiscalize os infratores e acione a Justiça, como já aconteceu muitas vezes, se for preciso.

Também é fundamental a contribuição da cota sindical (apenas R$ 21,44) para que o sindicato tenha recursos para trabalhar pela categoria, pois o sindicato tem estrutura, funcionários e muitas contas para pagar. Pense nisso.

Veja abaixo alguns exemplos das vantagens que os vigilantes têm através do sindicato.

– Reajuste salarial: Ao contrário do que alguns pensam, não existe lei que determine a reposição obrigatória ou automática da inflação na data-base. Qualquer reposição ou aumento real de salário é conquista da categoria e seu sindicato.

– Vale-alimentação: Também não consta na legislação. O que garante o VA é a Convenção Coletiva negociada e assinada pelo sindicato. Por exemplo, na escala 12 x 36 o VA representa R$ 300,00 (15 dias) ou R$ 320,00 (16 dias) por mês, com participação de 20% do trabalhador. Só isso já cobre várias vezes o valor da cota de solidariedade sindical (R$ 21,43), por exemplo.

– Adicional de uniforme: Outro benefício de convenção coletiva assinada pelo sindicato. Na escala 12 x 36 equivale a  R$ 22,20 (15 dias) ou R$ 23,68 (16 dias).

– Adicional de risco de vida do ASP: Corresponde a 15% sobre valor do salário básico ou R$ 177,54. Também não está em lei, apenas na Convenção Coletiva negociada e assinada pelo sindicato.

– Vale-Transporte (falta ao trabalho): Pela convenção, a empresa não pode aplicar penalidade ao trabalhador que faltar ao emprego quando ela não fornecer o Vale Transporte dentro do prazo.

– Homologação da rescisão no sindicato: É uma garantia para os sócios do sindicato não terem prejuízos na hora de receber as verbas rescisórias. Quem contribui com a cota pode trazer os papeis da rescisão no sindicato para conferir os valores.

– Estabilidade pré-aposentadoria: O trabalhador não pode ser demitido quando está a próximo de se aposentar.

– Posto de serviço e local de descanso: O posto deve oferecer ao vigilante condições adequadas de conforto, higiene e segurança para seu trabalho e descanso.

– Assistência jurídica: As empresas devem fornecer assistência jurídica ao vigilante que sofrer processo ou inquérito policial em decorrência de ato praticado em serviço.

– Assistência médica e psicológica: As empresas devem fornecer assistência médica e psicológica ao vigilante que sofrer assalto durante sua jornada de trabalho.

– Auxílio-funeral: É pago aos dependentes do funcionário que falecer por acidente de trabalho ou com mais de dois anos de trabalho na empresa, no valor de um salário mensal, caso isso não esteja previsto no seguro de vida.

Viram quantos direitos são conquistados através do sindicato? O mesmo acontece nas outras categorias, por isso os empresários e o governo querem tanto destruir o movimento sindical. Querem liquidar todos os nossos direitos e escravizar os trabalhadores. Seja um trabalhador consciente, apoie seu sindicato, participe da nossa luta. Juntos somos fortes!

 

 

CLÍNICA CONVENIADA COM O SINDICATO INAUGURA NOVAS INSTALAÇÕES

Diretora Elisa Araújo, à direita, com o médico Cléber Santos Jr e a gestora da clínica, Dina Kunzler

Diretora Elisa Araújo, à direita, com o médico Cléber Santos Jr e a gestora da clínica, Dina Kunzler



Ao completar dez anos de existência, nesta segunda-feira (10), a direção da Clinicentro comemorou o aniversário inaugurando suas novas instalações, na Avenida Borges de Medeiros, número 410, quinto andar, no centro de Porto Alegre.

A clínica médica é conveniada com o Sindivigilantes do Sul, dispondo de atendimento em todas as principais especialidades a preços acessíveis.

“É um convênio muito importante, que abrange as necessidades da nossa categoria na área da saúde, que agora também oferece atendimento odontológico, além das demais especialidades”, disse a diretora Elisa Araújo, que representou o sindicato no evento, na manhã de hoje.

A diretoria e fundadores apresentaram as novas instalações da clínica, que passa a ter uma recepção totalmente nova, além de melhorias nos consultórios e a expansão da área odontológica.

“Nestes dez anos, nossa proposta sempre foi proporcionar uma saúde humanizada e de qualidade, sempre evoluindo”, disse o médico Cléber Santos Júnior, responsável técnico da Clinicentro.

Associados do Sindivigilantes do Sul podem agendar as consultas para desconto em folha, após solicitar autorização no setor financeiro do sindicato, nas seguintes especialidades: cardiologia, fonoaudiologia, neurologia, ortopedia, psicologia, clínica geral, gastroenterologia, nutrição, otorrino, psiquiatria, dermatologia, ginecologia, oftalmologia, pediatria e urologia.

“É uma clínica muito boa, às vezes se consegue marcar a consulta para o mesmo dia, inclusive”, acrescentou a diretora Elisa Araújo.

Também foi anunciada a parceria da Clinicentro com o Clube Dr. Imusa que oferece às pessoas interessadas, mediante uma mensalidade, consultas médicas a preços mais acessíveis, descontos em exames, auxílio internação, academia, seguro de acidentes, entre outras facilidades.

Homologação de rescisão

 

Devem apresentar no Departamento Jurídico a Carteira de Trabalho, PIS e CPF

As homologações de rescisão de contrato devem ser agendadas pelas empresas, de preferência, com uma semana de antecedência, a fim de facilitar o atendimento. Para o agendamento  é necessário o envio do email para sindi.vig@terra.com.br com cópia para verificação de débitos no financeirosindi@terra.com.br .

O que você ganha ou perde com a reforma trabalhista e da previdência?

Mais de cem artigos da CLT foram alterados

Mais de cem artigos da CLT foram alterados

É amanhã, sábado (26), à tarde, o seminário promovido pelo sindicato que vai apresentar à categoria as mudanças provocadas pela reforma trabalhista, que entra em vigor em novembro, e a perspectiva para as aposentadorias com a reforma da previdência, que está para ser votada.

O seminário acontece na Paróquia da Pompeia, na Rua Barros Cassal, 220, no centro de Porto Alegre, a partir das 14 horas. É a oportunidade para todos e todas saberem o que ganham e, principalmente, o que perdem com as alterações em mais de cem artigos da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).

Serão duas rodadas de intervenções: a mesa de abertura e uma mesa com especialistas no tema, entre eles o senador Paulo Paim, que acompanha bem de perto todas essas discussões em Brasília e pode antecipar algumas coisas do que ainda está por vir.

Veja a programação completa:

Seminário Sobre os Impactos da Reforma Trabalhista e da Previdência

Dia: 26 de agosto
Local: Igreja Pompeia – Rua Barros Cassal, 220 – Porto Alegre
Horário: 14h às 18h

Abertura: 14h

– Loreni Dias – Presidente do Sindivigilantes do Sul

– Adão Villaverde – Deputado Estadual

– Claudir Nespolo – Presidente da CUT (RS)

– José Boaventura – Presidente da CNTV

Painel: 15h – Reformas Trabalhista e da Previdência

– Paulo Paim – Senador

– Graça Costa – Secretária de Relações do Trabalho – CUT Nacional

– Arthur Dias Filho – Depto. Jurídico – Sindivigilantes do Sul

– Anelise Manganelli – Economista – Dieese (RS)

Encerramento: 18h

“A reforma trabalhista é cruel… Com essa reforma, o trabalhador fica totalmente desprotegido e somente quem ganha é o empregador”. –  Senador Paulo Paim

É uma reforma feita sob medida para empresários gananciosos, que desrespeitam as leis e querem se livrar de ações trabalhistas.
Claudir Nespolo – presidente da CUT/RS

“Como vínhamos avisando, estava a caminho uma verdadeira tempestade contra os direitos dos trabalhadores”.
Arthur Dias Filho, advogado e assessor jurídico do sindicato