JUSTIÇA BLOQUEIA FATURAS DA JOB NA SEDUC

Justiça do Trabalho site



JUSTIÇA BLOQUEIA FATURAS DA JOB NA SEDUC

Mais uma vitória importante do sindicato que, através da assessoria jurídica, conseguiu na Justiça do Trabalho o bloqueio das faturas e créditos que a Job Segurança e Vigilância tenha a receber do Estado do Rio Grande do Sul, referentes ao posto da Secretaria da Educação (Seduc). O valor bloqueado chega a R$ 250 mil, para quitação dos salários, 13º e outros pagamentos dos vigilantes em atraso.

“Os valores arrestados deverão ser colocados à disposição deste Juízo, através de depósito judicial trabalhista”, diz a sentença do juiz Max Carrion Brueckner, da 5ª Vara do Trabalho de Porto Alegre.

O Sindivigilantes do Sul também solicitou o pagamento direto, pela Seduc, dos salários atrasados de dezembro e 13º, que a JOB e Seduc sejam intimadas a não coagir, ameaçar ou aplicar qualquer penalidade nos trabalhadores, que seja apresentada a relação de todos os trabalhadores da JOB que prestaram serviço no posto, para viabilizar o pagamento, entre outros requerimentos.

Mas estes pedidos o juiz disse que “serão apreciados após a manifestação das rés”, JOB e Estado. De qualquer maneira, está garantido o bloqueio do dinheiro destinado ao pagamento dos trabalhadores, que é o mais importante.

Como sempre, o sindicato está atento para tomar todas as providências necessárias a fim de garantir os direitos dos vigilantes. Tão logo acha novidades nesta ação coletiva informaremos a todos (as).

NÃO ABRA MÃO DOS SEUS DIREITOS, PROCURE NOSSA ASSESSORIA JURÍDICA. SINDIVIGILANTES DO SUL, SEMPRE NA LUTA PELOS VIGILANTES.