VIGILANTES DE VERANÓPOLIS E SARANDI QUEREM UNIFICAR A DATA-BASE EM 1º DE FEVEREIRO

votação



Em assembleia geral na noite de ontem, terça-feira (04), os vigilantes de Veranópolis, Sarandi e região aprovaram a reivindicação de buscar a unificação da data-base com o restante da categoria no Estado, ou seja, em 1º de fevereiro. A negociação ali acontece com o Sindicato das Empresas de Segurança e Vigilância do Norte e Noroeste do Rio Grande do Sul (Sinesvino), com data-base em 1º de abril.

O encontro aconteceu à noite na Câmara Municipal de Veranópolis, com a presença da diretora Elisa Araújo e do apoio Alexandre da Silva Pinto, que representaram o Sindivigilantes do Sul e coordenaram os trabalhos. Além dessa questão, os presentes também discutiram e aprovaram a mesma pauta que foi aprovada pela categoria nas demais assembleias ocorridas no interior do Estado e na capital, com os seguintes pontos:

– Reajuste salarial: reposição integral da inflação MAIS 5% (INPC + 5%).
(Por exemplo, se a inflação for 4% na data-base, que é primeiro de fevereiro, o pedido de aumento será de 9%).

– Vale-Alimentação: R$ 23,00

– VA para TODOS os vigilantes, independente de jornada

– Vale-Alimentação nas férias

– Desconto do VA menor: 10%

– Cesta básica (kit rancho)

– Hora intervalar: indenizar a periculosidade nos 30 minutos

Elisa parabenizou os vigilantes da região pelo seu interesse em participar e fazer a mobilização da campanha salarial, visando a convenção coletiva de trabalho de 2019. Diversos também decidiram se associar ao sindicato.

Durante as discussões, foi relatado que os vigilantes da Epavi no posto da Caixa Econômica Federal (CEF) da cidade ainda não receberam o reajuste retroativo deste ano, continuam recebendo o salário antigo. O sindicato vai conferir esta situação com a empresa e tomar as medidas necessárias, se for preciso.