SELTEC RECEBE NOTIFICAÇÃO POR NÃO REPASSAR MENSALIDADES, CONVÊNIOS E COTAS AO SINDICATO

Covnenção Coletiva de Trabalho



A Seltec Vigilância Especializada recebeu, nesta quarta-feira (30) uma notificação do Sindivigilantes do Sul por descumprimento da convenção coletiva de trabalho. Desde agosto passado a empresa não está repassando ao sindicato o dinheiro das mensalidades de sócios, cotas de solidariedade sindical e pagamento dos convênios.

Em função disso, o Sindivigilantes foi obrigado a suspender todos os convênios dos vigilantes da empresa associados ao sindicato. Todos estes valores são descontados dos trabalhadores mas não chegam ao sindicato.

No ofício, o Sindivigilantes do Sul alerta que isto caracteriza descumprimento da CCT, que prevê tais repasses nas cláusulas 17ª, 86ª e 87ª. Inclusive, um dos sócios da empresa participou da negociação da convenção em vigor.

Portanto, a empresa está sujeita a multas, além de vir a ser processada judicialmente pelo Sindivigilantes do Sul, caso não regularize logo tal situação.

“Tem se observado uma verdadeira conduta antissindical por parte da oficiada (Seltec) que se utiliza de meios a inviabilizar os repasses das contribuições previstas em Convenção Coletiva de Trabalho como meio a causar dificuldades ao sindicato-oficiante em meses que antecedem a data base da categoria, fato que será levado a conhecimento do Ministério Público do Trabalho”, diz o ofício do sindicato.

O mesmo procedimento está sendo adotado para as demais empresas que estão cometendo a mesma ilegalidade. É mais uma tentativa dos empresários de boicotar e fragilizar o sindicato, diante de uma nova negociação salarial, com data-base em 1º de fevereiro.

Estão perdendo tempo, não vão nos intimidar com isso. Vamos nos manter firmes na luta, haja o que houver, pelos direitos dos vigilantes. Contamos com o apoio da categoria para enfrentar este e outros desafios. Juntos, venceremos!